Johannesburg – City Tour (1 dia e muitas coisas pra ver)

Johannesburg não fazia parte do nosso pacote, mas como nosso roteiro passava pela cidade antes de ir pra Sun City, acertei com a agência de viagens uma noite na cidade e meio dia, pra fazer um city tour rápido e conhecer os principais pontos turísticos.

Southern Sun OR Tambo Airport: Pra facilitar a vida (nosso traslado chegava e saia do aeroporto OR Tambo), ficamos hospedados no Southern Sun OR Tambo Airport Hotel. Como um hotel da rede é até gostoso, mas como fica dentro do complexo do aeroporto não tem grandes luxos, já que a maioria dos hóspedes acaba ficando por lá por poucas horas, como foi nosso caso.

Moyo Restaurant / Melrose Arch: Como chegamos à noite, reservei pela internet um jantar em mais um restaurante típico africano bastante conhecido, o Moyo. O restaurante fica dentro de um grande complexo comercial, com prédios comerciais, lojas e restaurantes (como um grande boulevard), chamado Melrose Arch. Bem frequentado e muito bonito, o complexo deve ser um passeio gostoso de se fazer durante o dia. Apesar de bem diferente, o clima lembrou bastante o V&A Waterfront. O Moyo não funciona no sistema de rodízio com o Africa Cafe, mas com pratos à la carte, a decoração é linda e o atendimento super atencioso (recebemos cobertores para colocar nas pernas porque estava muito frio). Comida gostosa e farta (vou pular a parte dos pratos, porque são bem parecidos com o que comemos no Africa Cafe).

Moyo Restaurant

Moyo Restaurant

Moyo Restaurant

Moyo Restaurant

Moyo Restaurant

Moyo Restaurant

– City Tour: Eu tentei reservar através de vários sites um city tour de dia inteiro por Johannesburg, mas sempre tinha que pagar online e não sei, mas os sites não me inspiraram grande confiança. Deixei pra resolver isso direto no hotel e deu certo, conseguimos um tour privado (carro e motorista exclusivos) por um preço menor do que estávamos fechando online (nos sites era R 1900 = R$ 380, e conseguimos por R 1500 = R$ 300).

– Top of Africa: o tour começa pelo centro comercial de Johannesburg, que lembra muito o centro de São Paulo. Ruas sujas, comércio de rua, muita gente andando (confesso que não me passou muita segurança, faça esse passeio com guia). Johannesburg foi uma das cidades africanas que mais sofreu com a segregação racial do Apartheid, e por isso é normal você quase não ver brancos pelas ruas, a população é predominante de negros. O Top of Africa é o prédio mais alto do continente africano, com 50 andares, fica dentro do Carlton Centre (shopping popular) e foi construído em 1973. O lugar só vale mesmo a pena pela vista 360 graus da cidade de Johannesburg, mal conservado e antigo, não é um lugar muito bonito.

Vista do edifício Top of Africa

Vista do edifício Top of Africa

Vista do edifício Top of Africa

Vista do edifício Top of Africa

Soccer City Stadium: Pertinho da entrada do bairro Soweto está o principal estádio da Copa do Mundo de 2010. Em dias específicos o estádio recebe visitantes (dá pra reservar pelo site), mas nesse dia estava fechado e nos contentamos apenas por conhecer pelo lado de fora. Apesar de lindo, o grande charme é a iluminação desse estádio à noite, com suas “janelas”, deve ser maravilhoso visto em noites de partida.

Soccer City

Soccer City

Soccer City

Soccer City

– Bairro Soweto: O maior símbolo nacional da resistência negra contra o Apartheid, o Soweto foi estabelecido em 1963 como bairro negro, com o objetivo de separar a população. Se você era negro era retirado da sua casa, onde quer que fosse, e levado com seus pertences para o Soweto. Várias manifestações e conflitos ocorrem ao longo dos anos nesse bairro. E nele ficam dois importantes pontos históricos: a casa de Nelson Mandela e o Hector Pieterson Museum. O que mais me impressionou no bairro Soweto, que por muitos anos carregou o título da maior favela do mundo, foi a organização, ruas pavimentadas, luz, água encanada… (segundo os moradores, tudo para a Copa do Mundo de 2010). Muito longe da nossa ideia de favela.

Soweto

Soweto

Soweto

Soweto

Soweto

Soweto

– Hector Pieterson Museum: um dos museus da cidade sobre o Apartheid (o outro é o próprio Apartheid Museum, mas como era longe do Soweto e maior, não tivemos tempo pra conhecer). O museu é lindo, bem decorado e super conservado (entrada R 30 = R$ 6), é o ponto de partida para entender melhor a história da segregação racial no país, com vários corredores com fotos, vídeos e objetos, o museu vai passo a passo contando a história do bairro Soweto e do Apartheid. Hector Pieterson era um estudante adolescente que foi assassinado em 1976 por policiais em plena luz do dia no bairro do Soweto e, em virtude da forte presença de jornalistas na época, seu assassinato ficou conhecido mundialmente e a luta do povo negro africano pela liberdade ganhou proporções mundiais e passou a contar com o apoio de vários países fora do continente. O assunto é pesado e algumas imagens são fortes, é um lugar com uma energia estranha, você entra desacreditado no ser humano, impressionado com a história, e sai com a certeza de que a humanidade não precisa nunca mais passar por isso de novo. (As fotos não eram permitidas dentro do museu, então não temos muita coisa).

10171014_698092596895910_894013388971205738_n

Hector Pieterson Museum

10528190_10204187637432666_1633077312_n

Hector Pieterson Museum

Mandela House: A apenas algumas quadras do museu está a casa onde viveu a família de Nelson Mandela, que foi tombada e transformada em museu também para a Copa do Mundo de 2010 (entrada R 60 = R$ 12). Bem pequena, a casa conta a história da família do Nelson Mandela, que viveu na casa, antes e durante sua prisão. Você percorre a casa com demarcações no chão, onde ficavam a cozinha, os quartos… Os ambientes são decorados com várias fotos e objetos da família Mandela. Um momento emocionante exposto é a última foto tirada de Nelson Mandela antes de ir para a prisão, e a primeira foto tirada dele depois de sair da prisão. É tocante ver a passagem do tempo.

1493233_698094450229058_396177587823224605_n

Homenagens a Mandela pelo bairro Soweto

1922519_698093526895817_6902384237250874076_n

Última foto de Mandela antes da prisão

10269555_698093106895859_4326118935177548124_n

Mandela House

10313595_698093520229151_8705418425272226818_n

Cama e quarto do Mandela

10320493_698092966895873_5592146827194476371_n

Homenagens a Mandela pelo bairro Soweto

10329077_698094070229096_4891807731485355415_n

Detalhe da casa

10330305_698094036895766_3973229284721543872_n

Casa do Mandela

10551884_10204187637472667_1529540822_n

Homenagens a Mandela pelo bairro Soweto

Para fechar o dia almoçamos em um restaurante local do bairro, simples mas com boa comida. Não sei se foi o tempo curto e o fato de não termos explorado tanto a cidade, mas Johannesburg não me encantou muito, um ar de grande metrópole, poluição e sujeira não me animaram muito. O ar de Cape Town me encantou muito mais.

 

Serviço:

Southern Sun OR Tambo International Airport – www.tsogosunhotels.com

OR Tambo International Airport, Kempton Park 1627

 

Moyo Restaurant – www.moyo.co.za / Melrose Arch – www.melrosearch.co.za

Melrose Arch – Shop 5, The Hight Street (aberto de segunda a domingo das 11h às 23h)

 

Top of Africa – não tem site

Carlton Centre – 150 Comissioner Street (aberto de segunda a sexta das 9h às 18h, sábado das 9h às 17h e domingo das 9h às 14h)

 

Soccer City – www.stadiummanagement.co.za

 

Hector Pieterson Museum – não achei site

Orlando West, Soweto (aberto de segunda a sábado das 10h às 17h e domingo das 10h às 16h30)

 

Mandela House – www.mandelahouse.co.za

8115 Orlando West, Soweto (aberto de segunda a domingo das 9h às 16h45)

4 thoughts on “Johannesburg – City Tour (1 dia e muitas coisas pra ver)

  1. Adorei o blog, e já peguei algumas dicas para o próximo destino🙂

  2. Adorei o relato! Você teria o contato do tour privado que conseguiu? Grata.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s